A coleção Falando de sentimentos é destinada ao trabalho com afetividade na escola e na família: são histórias que resgatam a importância e o valor que cada um tem e para isso apresentam temas para falar de si e das relações que se estabelecem com os outros.
R$ 275,00
A coleção Falando de sentimentos é destinada ao trabalho com afetividade na escola e na família: são histórias que resgatam a importância e o valor que cada um tem e para isso apresentam temas para falar de si e das relações que se estabelecem com os outros.
R$ 275,00
Facilitar a alfabetização e a compreensão das letras que formam sílabas e das sílabas que formam palavras que se juntam para contar muitas histórias é um dos propósitos desta coleção rimada e ritmada.
R$ 89,99
Essa é a história de um reizinho, desses que a gente sempre é, que achava que podia ser poderoso e mandar em todo mundo, mas descobriu que nem ele mesmo ele mandava. Aliás, ele nem se conhecia.
R$ 47,49
Uma mãe, um filho reizinho e muita história para contar.
R$ 47,49
Quando se juntam, num clubinho, vários reizinhos, até bullying podem experimentar...
R$ 47,49
Durante a criação dos bichos, algo inusitado acontece, um casal de micos sapecas, de repente, desaparece.
R$ 19,99
O velho sapão lá no lago, encontra algo bem diferente, ao assoprar faz bolinhas que flutuam levemente.
R$ 19,99
Um futebol diferente, entre os bichos lá na mata, dá uma baita confusão. É um ata nem desata, pois futebol sem bola, como se sabe, não rola.
R$ 19,99
Um jabotizinho brincalhão vivia num grande quintal, em meio a árvores frutíferas e uma horta bem legal.
R$ 19,99
Entre tantos vaga-lumes surgiu, um bem diferente, que causava muito espanto, porém vivia contente.
R$ 19,99
Esse livro foi escrito em um momento especial: quando a humanidade parou por causa de um inimigo invisível, pe-quenininho, mas com uma força enorme de destruição. Um gigante poderoso que destruiu tantas vidas e fez a gente ficar distante das pessoas que a gente gosta. Saudade dos amigos, saudade da vovó e de tanta gente que esse bicho safado fez a gente perder ou ficar longe...