De forma lúdica e interativa, o livro apresenta as histórias protagonizadas por Adoninha, sua família e seus amigos. O livro é um convite para que o leitor, juntamente com Adoninha, encontre soluções originais e criativas para problemas enfrentados pelos personagens e que também são comuns ao cotidiano das crianças. O leitor é desafiado a entrar no mundo do faz de conta e envolver-se ativamente com as histórias, dando opinião, escrevendo, desenhando e imaginando possibilidades. Cada episódio tem propostas de invenções para fazer em casa, charadas, caça-palavras, entre outros exercícios de escrita criativa. Desse modo, a criança pode interagir o tempo todo com Adoninha e os demais personagens. Assim, com leveza e imaginação, o leitor tem a oportunidade de construir uma relação prazerosa com a leitura e a escrita, descobrindo a beleza de ser autor e ator de suas próprias histórias.
R$ 79,99
Hesitei muito em começar a contar minha história. O primeiro empurrão foi a descoberta de autores portugueses contemporâneos que, para contar os fatos que precederam a Revolução dos Cravos, contavam-nos como eventos isolados. O segundo empurrão veio do curso de redação de Gilson Rampazzo, ao qual eu me filei depois que ele e sua esposa passaram um Natal e Ano-Novo na chácara vizinha a nossa casa e criaram condições para eu me inscrever. A convivência com a classe, a metodologia utilizada - laboratório -, escrever crônicas para cada aula, foi me convencendo que juntando tudo eu seria capaz. Quem sabe um dúzia de crônicas e eu descreveria o essencial? O terceiro empurrão foi meu reencontro com o pessoal da Adonis que havia editado meu livro A menina dos olhos, uma coletânea de artigos de jornal. Quem sabe fazemos de novo a mesma aventura? Eu tenho um carinho especial por Magali que, apesar de estar muito doente, nem assim deixou de me incentivar, o que foi cativante. Eu sou do tipo que se apaixona por pessoas. Não tinha dúvidas de que, com o apoio da Adonis, o livro ganharia a luz do dia.
R$ 79,99
Como agir diante do comportamento de crianças que mordem? Qual é o sentimento de quem é mordido? Telma Guimarães, depois de passar por essa experiência com os netos e não encontrar nenhum tipo de literatura que falasse sobre o tema, escreveu esta história lúdica, para acolher de forma sensível a criança que se expressa com mordidas ou empurrões, por raiva ou desapontamento, e mostrar que é possível, sim, se expressar de outras maneiras. É só uma questão de “combinar”. Tá combinado? Tá.
R$ 65,99
“Quando criança, eu não fazia grandes estripulias. Não andava de bicicleta nem subia em árvores. Ah, mas fazia tudo isso em meus cadernos. E bem caprichado, como o personagem deste livro. Nesta história, sonho e realidade se misturam. Como nos livros!” — Telma Guimarães
R$ 65,99
Criativo, Felipe vivia “engenhando” coisas na companhia dos amigos. Às vezes, elas não tinham utilidade. Mas só às vezes. Quando ele convidou o novo vizinho para conhecer sua oficina no quintal de casa, descobriu que precisava dar acessibilidade a ele. Mas como? Felipe não sabia, então pensou, pensou e pensou, e uma solução ele encontrou... Escrito por Ana Lúcia P. de Camargo e ilustrado por Paulo Masserani, o livro trata de um tema importante e atual: a necessidade de compreender que existe espaço em tudo e para tudo!
R$ 64,99
Uma menina que gostava de andar descalça para que a terra lhe massageasse os pés os pés ou uma linda flor que desabrocharia de um bulbo dormitante? Quem é Angélica?
R$ 79,99
A interação com os pares é elemento essencial para o desenvolvimento dos jovens e sobretudo, é elemento chave e procedimento eficaz para a redução dos problemas de convivência e exclusão social a que são acometidos. São os pares, agentes muito mais eficazes para promover sentido à vida juvenil, já que reconhecem e experimentam as mesmas frustrações, medos, incertezas do futuro e sobretudo, sabem da vida de seus iguais porque convivem nos mesmos lócus sociais. Contudo, esta é uma entre outras ações a serem organizadas na escola dentro de um programa cujas práticas sejam intencionais e planejadas para a promoção da não violência. A conquista de um clima relacional positivo dentro do ambiente escolar para a superação do bullying depende de um processo de estruturação de políticas institucionais que permitam os espaços de estudo por parte dos docentes e gestores, a coordenação de todos os que atuam na rede de proteção e a participação ativa e democrática de crianças e jovens na escola para que deixem de ser vistos como estrangeiros na própria terra.
R$ 139,99
Animais de todo o planeta estão chegando à Austrália para as Olimpíadas da Bicharada. O pequeno Canguri está animadíssimo por ser um dos atletas, mas também apreensivo, pois não vai seguir a tradição da família... uma história sensível sobre aceitação, compreensão e diferenças.
R$ 59,99
Martim era bom no futebol, na natação, em tudo o que fazia. Popular, estava sempre rodeado de amigos. Até que começou a se achar o melhor de todos. Então, os amigos começaram a se afastar, as coisas começaram a dar errado... O livro convida à reflexão, à prática da empatia e à valorização da amizade, e mostra que um dia pode ser ruim, mas no outro tudo pode mudar.
R$ 59,99