Esta é a história de uma cigarra que, enquanto vivia embaixo da terra, cantava de forma muito triste. Ao descobrir o mundo de fora, viu como tudo era bonito e a primavera a encheu de alegria e por isso seu canto se tornou feliz. Através de simbologias, Crisálida fala sobre beleza exterior e interior.
R$ 35,00
O nome dele era Bola, o Tatu. Bola vivia rolando por aí, ora virando tatu, ora virando bola.
R$ 50,00
Um dragão que não come carvão, mas cospe fogo, afinal, pode ou não pode sair soltando fumaça por aí?
R$ 45,00
Cinco meninas, uma, diferente. Será que ficarão iguais novamente?
R$ 45,00
Um galo doido que canta a regra. A regra doida que não encanta o galo.
R$ 45,00
"Vai-se a primeira pomba despertada... Vai-se outra mais... mais outra... enfim dezenas Das pombas vão-se dos pombais, apenas Raia sangüinea e fresca a madrugada."
R$ 10,00
"Ai flores, ai flores do verde pinho, vocês têm notícias sobre o meu amigo? Ai Deus, onde está?"
R$ 10,00
"Em uma frondosa roseira se abria um lindo botão. Marília formosa o pé lhe torcia com a branca mão."
R$ 10,00
"Minha terra tem palmeiras, Onde canta o sabiá; As aves, que aqui gorjeiam, Não gorjeiam como lá."
R$ 10,00
"Quando Ismália enlouqueceu, Pôs-se na torre a sonhar... Viu uma lua no céu, Viu outra lua no mar."
R$ 10,00
"Tenho um livrinho onde escrevo quando me esqueço de ti. É um livro de capa negra onde inda nada escrevi."
R$ 10,00
Quem não gosta de casa de vó e de vô? A casa é doce, é de aventura, de dentadura... Uma avó boazinha e um avô maluquinho ensinam que a regra é dar e receber carinho.
R$ 45,00